quinta-feira, 21 de março de 2013

Travessia 2



Travessia 2
para Carol e Marco meus queridos sobrinhos
que me hospedam esta semana em Cabo Frio.
Para Dalila Teles Veras, Wilma e Lima e Fernando Aguiar.

essa estrada que me leva
Anchieta Bandeirantes
Imigrantes mesmo de mim
no tudo nada que sou 
nos Retalhos Imortais do SerAfim

passando por Santos em direção a Bertioga
vejo a barcaça no porto
não era o barco torto
daquele poema de antes
mas me lembrou o inferno
da Divina comédia de Dante

olhando Wilma Vermelha
pensei Dalila de Veras
um homem tem muitas Eras
na carne da sua memória
algaravias terrenas
águas de mares e rios

o corpo é micro do cosmos
solitária ponte pras ilhas
istmo de pedra e sal
entranhado nos pelos nos poros

como alguma língua na língua
lambendo uma outra língua
a língua mãe Portugal




arturgomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário